Lesão Osteocondral

pegadas

Estava em dívida. Mas aqui está o post sobre a Lesão Osteocondral do Talus, que resumidamente, é uma lesão na cartilagem do tornozelo. Não tinha idéia de como a cartilagem era tão difícil de regenerar até vivenciar isso com minha filha Júlia de 12 anos. Além disso há poucas informações à disposição.

Ela torceu o pé em maio deste ano, atendimento em Pronto Socorro, Raio X, a princípio foi tratada como uma lesão leve (3 dias de imobilização), depois retorno normal às atividades. Após 2 semanas, voltamos porque sempre que ela tinha que andar muito, a dor e o inchaço voltavam.

Desta vez uma consulta com ortopedista especialista em tornozelo. Após o exame clínico: “lesão leve , mal curada e será tratada como lesão média, orientação: 15 dias com imobilizador de tornozelo, pode continuar andando e no retorno fazer um Raio X”.

Após 15 dias, Raio X em mãos, e a lesão bem mais evidente (acho q porque a imagem era melhor que a primeira do Pronto Socorro), o médico diagnosticou: lesão na cartilagem, orientou-nos a fazer uma ressonância magnética, provavelmente 15 dias sem por o pé no chão. Com tudo isso já estávamos em julho, fizemos a ressonância, e o que era 15 virou 45 dias, com muletas e retirada de carga (não poderia apoiar o pé no chão). Que férias, heim?

Já havia pesquisado na Internet e para quem quiser saber mais, as melhores informações que obtive foram de: Charles Big Foot’s Blog. Apesar de confiar no primeiro médico, não nos conformávamos que isso seria tão complicado, uma simples torção, jogando pingue-pongue, fomos em busca de uma segunda opinião.

O segundo médico, colocou todas as possibilidades na nossa frente: o que era 45 dias sem colocar o pé no chão virou 3 meses, com o uso de imobilizador de tornozelo e ainda com a possibilidade de não haver regeneração, ter que fazer cirurgia, e talvez essa cirurgia não dar certo e ter que ir para um implante de cartilagem. Ufa! Vamos por partes Doutor!

A cartilagem tem pouco poder de regeneração nos adultos mas em crianças é melhor, então como ela só tem 12 anos era melhor iniciar com a retirada de carga por 3 meses e no final de setembro faria novo Raio X.

Iniciamos um tratamento Holístico: Ortopedista, Acupuntura, Massagem, Homeopatia, Florais Joel Aleixo.  Todos os profissionais trabalharam para dar suporte emocional (tensão, ansiedade, frustração) e também para a regeneração da cartilagem, os dois florais compostos Joel Aleixo que ela está tomando:

Osteocalcium: atua sobre a energia vital, sedimenta a estrutura interna dos ossos.

Regeneratum: desperta a capacidade regeneradora do corpo e da alma; do núcleo celular faz brotar uma nova vida. Cura as cicatrizes do passado, rejuvenescendo o espírito. Também aplica diariamente o creme de massagem Regeneratum.

Em setembro, foi feito o Raio X e houve uma boa regeneração faltando apenas 10% para que esteja completa, serão mais 3 meses podendo andar apoiando o pé e com o auxílio de uma muleta. No momento, a natação é a única atividade física que ela pode praticar.

Mais um pouco de paciência e novidades em dezembro.

Foto: Natasa Zmaher/sxc.hu