Receita: tônico facial com hidrolato

O hidrolato também pode ser usado puro como tônico facial ou demaquilante abaixo uma receita mais “incrementada” para pele normal.

  • 90 ml de hidrolato de lavanda (Lavandula officinalis) ou rosa (Rosa damascena)
  • 10 ml de vodka
  • 7 gotas de óleo essencial de rosa ou lavanda
  • 4 gotas de óleo essencial de palmarosa (Cymbopogon martini)
  • 9 gotas de óleo essencial de pau-rosa (Aniba rosaeodora)

Para peles oleosas  use o hidrolato de Lavanda ou Gerânio, substitua os óleos essenciais acima por:

  • 3 gotas de óleo essencial de Gerânio (Pelargonium graveolens)
  • 14 gotas de óleo essencial de Lavanda
  • 3 gotas de óleo essencial de Cedro (Cedrus atlantica) ou Sândalo (Amyris balsamifera ou album)

Coloque a vodka em um frasco escuro spray, acrescente os óleos essenciais, agite um pouco. Por último acrescente o hidrolato e volte a agitar. Agite sempre antes de usar.

Foto: Gabriella Fabbri/sxc.hu

Dicas de Aromaterapia: pele oleosa e acneica

Este post é dedicado a Helania, leitora do blog que enviou algumas perguntas a respeito de pele oleosa e acneica, e também, deseja informações sobre óleos carreadores com funções regeneradoras e antienvelhecimento, que responderei posteriormente. Neste post, escreverei sobre a pele oleosa e acneica, se houver dúvidas é só escrever.

Aqui estão dicas de aromaterapia que podem ser usadas no dia a dia:

  • limpeza profunda para evitar o acúmulo de oleosidade.
  • uso de tônicos adstringentes podem ajudar, que contenham extrato de hamamélis (ou capim limão, confrei), ou ainda, hidrolato de lavanda.

Os óleos essenciais recomendados para peles acneicas e oleosas:

  • Bergamota (Citrus bergamia): propriedade antiséptica e antidepressiva,
  • Lavanda (Lavandula officinalis) : antiséptica, reguladora, regeneradora celular,
  • Gerânio (Pelargonium graveolens): equilibra a oleosidade. Use-o em pouca quantidade pois pode ser rubefacieante (causar vermelhidão no local),
  • Alecrim (Rosamarinus officinalis), Gerânio, Cipreste (Cupressus sempervirens) e Junípero (Juniperus communis): podem ser usados em massagens corporais para auxiliar na eliminação de toxinas.

Quando a pele estiver muito inflamada opte pelos óleos essenciais de Limão (Citrus limonum) e Tea tree (Melaleuca alternifolia).

Após diminuir a inflamação pode-se usar produtos com óleo vegetal de Germe de trigo para ajudar na cicatrização acrescentando os óleos essenciais de Mirra (Cammiphora myrrha ), Olíbano (Boswellia carterii), Rosa (Rosa damascena ou centifolia), Palmarosa (Cymbopogon martini), Lavanda, Pau rosa (Aniba rosaeodora) e Neroli (Citrus aurantium ou bigaradia ), que além de propriedades citofiláticas (regenerador celular) é útil também para peles envelhecidas.

A dieta alimentar é fundamental no tratamento de pele acneica, faça uma dieta saudável com frutas, verduras e legumes; evite laticínios, alimentos gordurosos (chocolate, frituras,carnes gordurosas), frutos do mar e alimentos picantes. Beba mais de 2 litros de água por dia.

Algumas pessoas sofrem interferência direta do estresse no estado da pele, então procure praticar exercícios físicos ou yoga, dormir adequadamente, ou procure também o uso de florais e acupuntura.

A melhor forma de uso dos óleos essenciais no início do tratamento é através de compressas frias, creme elaborado com base “oil free” ou gel neutro e máscaras faciais.

Algumas receitas:

Máscara Facial de argila

  • 1 colher de sopa (bem cheia) de argila medicinal
  • 2 colheres de sopa de chá (forte) de camomila (acrescente lentamente à argila até ficar com consistência cremosa)
  • 2 gotas de óleo essencial de Tea tree (Melaleuca alternifolia)
  • 2 gotas de óleo essencial de Bergamota (Citrus bergamia)
  • 2 gotas de óleo essencial de Lavanda (Lavandula officinalis ou angustifolia)
  • 5 gotas de extrato de própolis

Misture tudo, aplique no rosto limpo, evitando a região dos olhos e deixe agir por 15 minutos ou até secar completamente.

Poderá ocorrer vermilhidão após a aplicação do produto que normalmente desparece após 30 minutos.

Tônico

  • 80 ml de hidrolato de Rosas (ou “água de rosas”)
  • 20 ml de vinagre de cidra ou vodka
  • 30 gotas de óleo essencial de Lavanda (Lavandula officinalis ou angustifolia)
  • 10 gotas de óleo essencial de Pau rosa (Aniba rosaeodora)

Gel facial para pele acneica e oleosa

  • 30 grs de base gel
  • 3 cápsulas de vitamina E
  • 3 ml de óleo vegetal de germe de trigo
  • 7 gotas óleo essencial de Lavanda
  • 2 gotas de óleo essencial de Tea tree
  • 4 gotas de óleo essencial de Limão

Misturar bem, aplicar somente à noite, pois o óleo essencial de limão e fototóxico e poderá manchar a pele quando exposto à luz solar. Lavar o rosto pela manhã.

OBSERVAÇÕES:

TODAS as receitas devem ser colocadas em frasco escuro de vidro, manter ao abrigo da luz e do calor.

A máscara de argila deve ser elaborada para uso imediato.

As dicas aqui colocadas não dispensam a consulta ao dermatologista.

Imagem: sxc.hu

Pau rosa

Nome científico: Aniba rosaeodora Ducke

Nativo da região Amazônica, atinge 30 metros de altura, a madeira de tom avermelhado apresenta um perfume suave. O óleo essencial obtido por destilação à vapor das cascas da madeira, possui aroma floral, doce, amadeirado e característica de fixador.

A extração da árvore Pau-rosa teve início no final do século 18, a madeira era usada em móveis, na fabricação de barcos e posteriormente na extração do óleo essencial. Há relatos que era usado por indíos para o tratamento problemas de pele e feridas.

O óleo essencial de pau rosa apresenta ótimo rendimento do componente linalol (ver: cromatografia gasosa). Após a criação do perfume Channel nº 5, em 1921, passou a ser um dos ingredientes do perfume, aumentando a demanda pelo óleo essencial, que chegou a ser um produtos mais exportados pela Amazônia, ao lado da borracha e da castanha. A maior dificuldade é que para fazer a extração derrubavam a árvore inteira de Pau rosa, sendo necessário 100 quilos da madeira para se fabricar 1 quilo de óleo essencial.

No momento, duas alternativas despontam para que o Brasil continue comercializando o linalol sem a derrubada da árvore: Dr. Lauro Barata (UNICAMP) e o Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia) tem realizado estudos de viabilização de cultivo, manejo e extração do óleo essencial das folhas e pequenos galhos do pau rosa; e pesquisadores do Instituto Agrônomico de Campinas encontraram no manjericão uma opção para obtenção do linalol, e já é reconhecido pela indústria perfumística como alternativa viável.

Em 1992 entrou para a lista do Ibama de espécies ameaçadas de extinção,  e também está na lista da União Mundial para a Conservação da Natureza (IUCN).

Neste mês de março acontece em Doha, no Catar, a Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Fauna e Flora, e o Brasil apresentou a proposta para que o Pau-rosa faça parte da lista de produtos que terão o processo de importação e exportação controlados de acordo com padrões internacionais e de sustentabilidade. A votação final será dia 25 deste mês.

Em aromaterapia as propriedades principais são: antidepressivo, animador, cefálico, diminui tensão, estresse e ansiedade. Indicado para problemas de pele: acne, cicatrização e peles sensíveis ou envelhecidas.

Ideal para cremes e óleos de massagem, use-o sempre diluído. Não apresenta contraindicações.

Curiosidade: em inglês é rosewood e em espanhol palisandro ou palo rosa.